Eugenol Natural
  • QuimicaFina

Eugenol Natural

R$190,00R$350,00

Limpar Seleção
000
Nome do Produto: Eugenol Natural
Apresentação: Frascos com 500 mL e 1 L.
Descriçao: NCM: 2909.50.12
CAS: 97-53-0
CLASS: N
FEMA: 2467

NCM: Nomenclatura Comum do MERCOSUL
CAS: Chemical Abstracts Service
CLASS: A: Artificial / N: Natural / N I: Natural Identical
FEMA: Flavor and Extract Manufacturers  Association

Odor………..Conforme padrão.
Aparência………..Líquido incolor a levemente amarelado.
Densidade (20°C)………..1,067 (1,063 – 1,068 (Mettler))
Índice de Refração (20°C)………..1,538 (1,5380 – 1,5410 (Abbe Refract.))
Pureza………..99,8% (mín. 99% (GC))
Ponto de Inflamação………..100°C (PMCC)

Observações: ARMAZENAGEM: em envases cheios guardados em lugar fresco, seco e seguro.
PRAZO DE VALIDADE: produto válido até a data indicada, quando corretamente armazenado.
APLICAÇÕES: medicamentos (anestésico, bactericida e antifúngico), bebidas e alimentos (aromatizante), perfumes (nota quente e picante), química fina (precursor de compostos químicos, como metileugenol e isoeugenol), cigarros (aromatizante) e em piscicultura (como anestésico para peixes).

Mecanismo de Ação do Eugenol

O eugenol é um químico aromático muito versátil, o qual vem sendo empregado pelos mais diversos ramos da indústria. De marcante efeito anestésico local, ele é muito popular entre os dentistas, pois, além de apresentar eficácia contra dores de dente, ele, quando misturado ao óxido de zinco, forma uma espécie de cimento conhecido por OZE – utilizado em diversos procedimentos odontológicos. Neste sentido, é importante citar que o mecanismo de ação do eugenol ainda está sob investigação. Porém, estudos in vitro indicam que ele exerce efeito agonista sobre o ácido gama-aminobutírico (GABA) e antagonista sobre o glutamato, que atua sobre os receptores N-metil-d-aspartato (NMDA), ambos com grande relevância na transmissão da dor. O GABA, aliás, é o principal neurotransmissor inibitório do sistema nervoso central, que causa anestesia e redução dos movimentos respiratórios e dos batimentos cardíacos. E mais: de acordo com Tao (2005) em “Eugenol and its structural analogs inhibit monoamine oxidase A and exhibit antidepressant-like activity”, o eugenol – através de um mecanismo de ação semelhante aos antidepressivos comerciais brofaromina, moclobemida e toloxatona – também possui propriedades antidepressivas. Afinal, tal como eles, ele é capaz de inibir o trabalho da monoamina oxidase (MAO), que são as enzimas responsáveis pela degradação dos neurotransmissores serotonina (5-HT), noradrenalina (NA) e dopamina (DA) na fenda sináptica; ocorrendo uma “elevação” deles no organismo. Ora, como estes neurotransmissores (5-HT, NA e DA) estão diretamente relacionados com as sensações de prazer e bem-estar, é óbvio que este “aumento” é capaz de produzir um alívio direto dos sintomas da depressão. Aqui, porém, engana-se quem imagina que o eugenol está restrito à indústria farmacêutica clássica, afinal, ele vem conquistando um espaço cada vez maior em produtos da indústria veterinária – como em formulações de anestésicos para peixes (piscicultura); o qual demonstra eficácia comprovada em espécies como tilápia do Nilo (Oreochromis niloticus), tambaqui (Colossoma macropomum) e dourado (Salminus brasiliensis). Além disso, estudos revelam que ele também é capaz de inibir a atividade das enzimas COX-2, que está ligada a produção de prostaglandinas, em até 58% – atuando, portanto, como um anti-inflamatório.

Conforme Janssens (1990) em “Nutmeg oil: identification and quantitation of its most active constituents as inhibitors of platelet aggregation”, o óleo essencial de cravo, por conta do eugenol, é um excelente agente antitrombótico, afinal, inibe de maneira satisfatória a agregação plaquetária, tal como faz a aspirina (Ácido Acetilsalicílico – AAS). Assim sendo, este óleo é capaz de prevenir a formação de coágulos, podendo atuar como coadjuvante no tratamento de eventos adversos cardiovasculares em pacientes portadores de Doença Arterial Coronariana (DAC), prevenção de AVCs e outras doenças. O eugenol também apresenta um importante efeito antibacteriano e antifúngico, pois mostra-se ativo contra Escherichia coli, Streptococcus pneumoniae, Staphylococcus aureus, Candida albicans e vários outros agentes patogênicos. Inclusive, afirma-se que uma combinação de eugenol com fluconazol (a droga frequentemente utilizada no tratamento da candidíase) é muito eficaz contra formas resistentes de Candida albicans. Também, em uma pesquisa com ratos, ele reduziu significativamente as lesões provenientes de úlceras gástricas, indicando, talvez, um possível efeito gastroprotetor. Além disto, por conta da presença do grupo fenólico em sua estrutura (semelhante aos capsaicinóides) – o eugenol ainda é um excelente antioxidante; capaz de inibir a oxidação do hexanal a 50 mg/mL de maneira semelhante a do (alfa)-tocoferol e BHT, antioxidantes de larga utilização. Por fim, na indústria de perfumaria, o eugenol ainda está presente em diversas fragrâncias, como no Kouros, criado em 1981 por Yves Saint Laurent. Na de cigarros, é o ingrediente chave na fabricação do kretek, ou cigarro-de-cravo, um produto extremamente popular na Indonésia cuja produção, a nível mundial, chegou a 67 bilhões de unidades em 1982. É, ainda, utilizado na aromatização de diversas bebidas e doces e considerado uma rota industrial para a produção de metileugenol, CAS 93-15-2, e isoeugenol, CAS 97-54-1, ambos bastante empregados na indústria química.

Informação Adicional

Conteúdo

1L, 500ML