Manteiga Virgem de Ucuuba QUINARÍ

Manteiga Virgem de Ucuuba QUINARÍ

R$19,90R$89,90

A Manteiga Virgem de Ucuuba da QUINARÍ, obtida de forma sustentável da Floresta Amazônica, possui propriedades anti-inflamatóriascicatrizantesrevitalizantes e antissépticas. É indicada em formulações para o tratamento de peles sensíveis e oleosas, que necessitam de rápida cicatrização, como a pele acneica ou para cuidar das rachaduras nos pés (em particular nos calcanhares).

Clear
REF: Não aplicável Categoria:
000
Nome do Produto: Manteiga Virgem de Ucuuba
Nome em Inglês: Ucuuba Butter
Nome Científico: Virola surinamensis
Composição (ácidos graxos): Mirístico: 70%
Láurico: 18%
Palmítico: 8%
Hidrolato 100% Puro

Ucuuba

A árvore de ucuuba (Virola surinamensis) cresce em regiões alagadas pelas marés ou em várzeas da região amazônica, cuja ocorrência se estende até o Maranhão e Pernambuco. Sua madeira é de excelente qualidade para a fabricação de compensados e laminados, razão pela qual a espécie vem sendo ameaçada. Quando adulta, ela atinge uma altura de 25 a 35 m e seu nome, na língua indígena, significa UCU (graxa) e YBA (árvore). Na floresta, índios amazônicos usam a seiva da ucuuba para a queda de cabelos, como cicatrizante e como “clareador” natural da pele. Suas sementes, por outro lado, são ricas em gorduras (60-70%) e dão origem ao óleo e a manteiga de ucuuba, um produto nobre que a indústria de cosméticos tradicional só agora está descobrindo. Em seu habitat natural, esta árvore produz entre 30-50 Kg de sementes/ano, cujo rendimento em óleo/gordura pode chegar até 50% por quilo de sementes secas. Comumente, o óleo de ucuuba é usado pelas comunidades locais para a fabricação de velas e como combustível para lamparinas que, ao se queimar, exala um delicioso cheiro característico.

Manteiga de Ucuuba

Quimicamente, a manteiga de ucuuba possui um alto ponto de fusão (53 oC) e de saponificação (220 mg KOH/g de óleo), o que supera os índices do sebo bovino (com valores de 43 a 45 oC e 200 mg KOH/g respectivamente). Por conta disto, esta manteiga vem sendo cotada para substituir o sebo bovino em diversas aplicações, como na fabricação de sabonetes finos e alimentos naturais. Na sua composição, há cerca de 70% de ácido graxo mirístico, o qual é rapidamente absorvido pela pele. Este ácido, inclusive, quando em contato com o glicerol, forma a trimiristina; razão pela qual diz-se que a manteiga de ucuuba é composta por aproximadamente 70% de trimiristina. Além disto, ela contém cerca de 18% de ácido graxo láurico e 8% de palmítico. No corpo, o ácido láurico é capaz de reduzir a oxidação do mau colesterol (LDL) no sangue – prevenindo assim doenças cardiovasculares – e também ajuda a diminuir a compulsão por carboidratos (açúcar, doces, biscoitos, etc.) pelo fato dele não estimular a liberação de insulina. Em cosméticos (principalmente os de apelo natural), a manteiga de ucuuba vem sendo utilizada por suas propriedades anti-inflamatórias, cicatrizantes, revitalizantes e antissépticas. É indicada em formulações para o tratamento de peles sensíveis e oleosas, que necessitam de rápida cicatrização, como a pele acneica ou para cuidar das rachaduras nos pés (em particular nos calcanhares).

Informação adicional

Peso 1200 g
Dimensões 10 × 20 × 10 cm
Atributos

100 G, 500 G, 1 KG