Óleo Essencial de Camomila Alemã – Azul (QT α-bisabolol óxido A e B) QUINARÍ
  • camomila_azuloe

Óleo Essencial de Camomila Alemã – Azul (QT α-bisabolol óxido A e B) QUINARÍ

R$189,90R$890,00

Na aromaterapia, o óleo essencial de camomila alemã – azul (QT α-bisabolol óxido A e B) QUINARÍ é empregado principalmente como anti-inflamatório de uso geral, em casos de artrite, torcicolos, contusões, dores musculares, etc., e na formulação de produtos anti-idade, anti-acne, removedores de manchas e pós-barba.

Limpar Seleção
REF: 808 Categoria
000
Nome do Produto: Óleo essencial de camomila alemã QUINARÍ/ Óleo essencial de camomila azul
Nome em Inglês: Chamomile german blue essential oil
Nome Científico: Matricaria recutita
Número de Registro na ANVISA: 25351.280759/2018-44
Código de Barras: 789845269 448 8
Origem: Brasil
Método de extração: Arraste de vapor das pequenas flores
Descrição: Líquido azulado intenso, de odor característico
Aromaterapia: É empregado principalmente como anti-inflamatório de uso geral, em casos de artrite, torcicolos, contusões, dores musculares, etc., e na formulação de produtos anti-idade, anti-acne, removedores de manchas e pós-barba.
Principais componentes: Camazuleno (chamazulene) e bisabolol
   100% Puro Não Testado em Animais

 

Óleo Essencial de Camomila Alemã

A camomila-alemã (Matricaria recutita), conhecida até pouco tempo como Matricaria chamomilla, é uma planta herbácea muito utilizada desde a antiguidade pelos egípcios, gregos e romanos por suas propriedades medicinais, cosméticas, ornamentais e aromáticas. Pertencente à família Asteraceae, ela apresenta caule ereto, glabro (sem pelos) e ramificado de folhas delgadas e bem recortadas. Alcança cerca de 30 a 50 cm de altura e suas flores lembram pequenas margaridas brancas cuja floração ocorre na primavera e no verão. Foi introduzida no Brasil há aproximadamente 100 anos pelos imigrantes Europeus e atualmente é usada no preparo do suave e delicioso “chazinho”, apontado como sedativo e indicado para aliviar as cólicas dos bebês. O óleo essencial de camomila alemã encontra-se nos canais secretores e tricomas glandulares existentes nos capítulos florais da Matricaria recutita. É um líquido azulado que, pela exposição à luz, torna-se verde e depois castanho, de cheiro característico, sabor amargo e consistência viscosa. Seu rendimento médio é de 0,4% sobre o peso seco de suas flores e, na sua composição, já foram identificados mais de 100 elementos, com destaque para o alfa-bisabolol e o camazuleno.

No óleo essencial de camomila alemã, o camazuleno é formado durante o processo de destilação, quando a matricina – uma lactona naturalmente presenta na camomila – converte-se em camazuleno através do calor e da pressão resultantes da extração. Ao camazuleno, atribuem-se duas propriedades de suma importância: 1) ele é quem dá ao óleo essencial sua atípica coloração azulada; 2) é o que lhe confere (ou potencializa) boa parte de seus atributos farmacológicos, como potencial anti-inflamatório – através da inibição da ciclooxigenase (COX-2), efeito analgésico, atividade fotoprotetora, ação estimulante sobre os processos de regeneração dos tecidos (granulação e epitelização) e, ainda, uma poderosa atividade antioxidante, sendo capaz de inibir a peroxidação lipídica e a síntese de leucotrienos. Nos óleos genuinamente alemães, o teor de camazuleno chega a 25% e nos brasileiros, oscila entre 1 e 15% – conforme a origem da planta, idade das flores, tempo de armazenagem, etc. Já o alfa-bisabolol, por sua vez, apresenta qualidades cicatrizantes, bactericidas e, assim como o camazuleno, anti-inflamatórias – sinergia que faz deste óleo uma valiosa matéria-prima para a indústria farmacêutica e de cosméticos.

Aplicações

Como já exposto, o óleo essencial de camomila alemã apresenta uma diversidade de propriedades terapêuticas. Na indústria farmacêutica, bem como na aromaterapia, ele vem sendo empregado com sucesso como anti-inflamatório de uso geral (artrite, torcicolos, contusões, dores musculares, etc) – afinal, estudos comprovam que seus elementos bloqueiam com sucesso a enzima ciclooxigenase 2 (COX-2), interferindo, portanto, na produção das prostaglandinas. Como antioxidante, este óleo também é capaz de inibir a peroxidação lipídica, processo no qual espécies reativas de oxigênio acabam degradando os fosfolipideos existentes nas membranas celulares; trazendo problemas à homeostase. É por conta desta propriedade (associada ao seu mecanismo fotoprotetor), que ele vem sendo amplamente empregado na fabricação de cosméticos, como em produtos anti-idade, anti-acne, removedores de manchas e até pós barba. Ainda, em uma pesquisa realizada em 2012, o óleo de camomila azul também mostrou-se ativo contra várias espécies de bactérias gram-positivas e gram-negativas; inclusive contra Escherichia coli, vilã de vários processos infecciosos do trato urinário (ITU). Por fim, na aromaterapia, este óleo também é valorizado por influenciar positivamente o emocional, trazendo uma deliciosa ação relaxante; que elimina a tensão, a raiva e o medo.

Abaixo, uma fórmula de óleo facial calmante:

● 10 mL de óleo vegetal de semente de uva;
● 1 gota de óleo essencial de camomila azul;
● 1 gota de óleo essencial de ylang ylang.
Misturar os óleos e aplicar sobre a pele logo após o banho.
Deixar agir por 3 minutos e enxaguar.

Atenção: a camomila-alemã (Matricaria recutita) não deve ser confundida com a camomila-romana (Anthemis nobilis), uma planta que apresenta características botânicas muito semelhantes à alemã. Afinal, a romana contém apenas traços de camazuleno.

Aromaterapia

O uso dos óleos essenciais para fins medicinais é conhecido desde a remota antiguidade. Há registros pictóricos de seis mil anos atrás, entre os egípcios, de práticas religiosas associadas à cura de males através destes óleos. De acordo com Tisserand e Young (2014) em “Essential Oils Safety”, os óleos essenciais estão no domínio público por mais de 100 anos e atualmente cerca de 400 óleos são empregados na fabricação de cosméticos, produtos farmacêuticos, alimentos, bebidas, materiais de limpeza e na indústria dos perfumes. Destes, cerca de 100 óleos essenciais são regularmente empregados na aromaterapia contemporânea. A aromaterapia, conforme Jane Buckle (2014) em “Clinical Aromatherapy”, é uma terapia multifacetada que visa proporcionar bem-estar e/ou a cura de enfermidades por meio da utilização dos óleos essenciais.

A palavra “aromaterapia” foi criada por René-Maurice Gattefossé, um engenheiro químico formado pela Universidade de Lyon e um dos primeiros estudiosos das propriedades terapêuticas dos óleos essenciais. Ela apareceu pela primeira vez na edição de dezembro de 1935 na revista “L’Parfumarie Moderne”, a qual também nomeou uma coluna de artigos escritos por Gattefossé ao longo de 1936. Em seguida, o termo “aromaterapia” foi também bastante utilizado por Marguerite Maury (1961), uma enfermeira, e por Jean Valnet (1976), um médico, que contribuíram imensamente para o avanço (e popularidade) da aromaterapia clínica, demonstrando a sua eficácia no tratamento de várias moléstias. De lá para cá, a aromaterapia se encorpou e ganhou respaldo técnico-científico. Atualmente, ela é bastante popular na Europa, em especial na França e Inglaterra, e vem ganhando cada vez mais adeptos em todas as partes do mundo.

leia-mais

Informação Adicional

Peso 300 g
Dimensões 10 x 10 x 10 cm
Conteúdo

100ML, 10ML