Notas Florais, com Absoluto de Jasmim

Notas Florais, com Absoluto de Jasmim
19 de outubro de 2015 Quinarí Essencias

 jasmim

Notas Florais, com Absoluto de Jasmim

O absoluto de jasmim provém de um arbusto perene com cerca de 10 metros de altura, de folhas delicadas, verde-claras e flores em forma de estrelas brancas muito odoríferas. Nativo da China, norte da Índia e oeste da Ásia, é cultivado principalmente na França, de onde ainda se obtém um absoluto de excelente qualidade.

Seu nome científico é Jasminum officinale L. e seu absoluto, um líquido viscoso laranja-marrom escuro, pertence à família olfativa das notas florais. Este contém mais de 100 elementos diferentes, com destaque para o acetato de benzila, linalol, ácido fenilacético, farnesol e antranilato de metila, e sempre apresenta um preço elevado. Dentre os perfumes que empregam em sua formulação o absoluto de jasmim, tem-se: Joy (1929), de Patou, Rive Gauche (1971), de Yves Saint Laurent, Lacoste Pour Femme (2003), de Lacoste e pure DKNY (2010), de Donna Karan.

Joy (1929), de Patou

Enquanto a quebra da Bolsa de Valores de 1929 arruinava diversas empresas, Jean Patou sobreviveu à crise lançando Joy. Concebido com o mesmo cuidado que uma vestimenta de alta costura, magnífico e atemporal, Joy reúne uma concentração única de flores muito raras: diz-se que 10.600 flores de jasmim e 28 dúzias de rosas compõem o coração de uma gota de Joy! A fragrância conquista com uma opulenta colheita de duas matérias-primas excepcionais: a rosa de maio e o jasmim de Grasse, que se combinam ao ylang ylang e à tuberosa. Fantástico!

Rive Gauche (1971), de Yves Saint Laurent

Construído como um buquê de flores, esse perfume vivo e audacioso exala a bergamota, o limão e os aldeídos na saída. Em seguida, o coração muito floral articula-se em torno da gardênia, da madressilva, do jasmim e da rosa. O fundo amadeirado é constituído por sândalo, vetiver e musgo de carvalho.

Lacoste Pour Femme (2003), de Lacoste

Ao compor este perfume, Olivier Cresp escolheu se concentrar em um equilíbrio perfeito entre ingredientes ricos e naturais, fazendo de Lacoste Pour Femme “um perfume maravilhosamente feminino, energético e dinâmico”, numa criação natural que evoca a espontaneidade natural das mulheres. Lacoste Pour Femme é composto de aromas da pimenta da Jamaica e de frésia violeta na saída. No coração, o heliotrópio branco e os aromas de jasmim iraniano unem-se aos aromas da flor de hibisco, da essência absoluta de rosa búlgara e da essência absoluta dos grãos de ambreta. No fundo, os aromas de madeira de cedro dos Himalaias, de “pele de veludo” e de madeira de sândalo de Mysore misturam-se ao incenso.

pure DKNY (2010), de Donna Karan

Inspirado por valores de responsabilidade, consciência social e ecológica, Pure DKNY é como um momento de tranqüilidade “em um mundo que se movimenta mais rápido a cada dia”. Sua essência floral é descrita como “uma gota de baunilha sobre a água”. Aliás, a baunilha usada na fragrância vem das fazendas de favas de baunilha da Uganda (África), onde os fazendeiros são em sua maioria mulheres. Tecnicamente, sua fragrância revela, ao primeiro contato, aromas florais úmidos (lótus, aromas de pétalas soltas), enquanto que no coração o jasmim e a frésia são misturados com a rosa da Bulgária e a orquídea. O seco, por fim, contém um toque de baunilha e notas cremosas e almiscaradas de sândalo e âmbar branco.